GUERRILHA POÉTICA

Diário de alguém que fez faculdade de Letras para ser professora.
Diário de alguém que tem um cargo que a denomina como tal.
Diário de quem busca novos sentidos para essa palavra.
Um significado que não dorme em dicionários, em livros ou em folhas de pagamento.
Um questionamento cotidiano.
Uma constante tentativa de ressignificação que ultrapassa um nome.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Primeiro Ato:
Claudius Ceccon
 em postagem de Rosa María Torres


_________________________________________________________________________________________________


Estou rindo pouco em aula, por quê?
Os alunos tiraram umas fotos durante a realização de algumas atividades.
Apareço em algumas delas, mas sempre séria.
Tenho uma cara de brava e às vezes sou, mas sei e gosto muito de sorrir.
Estou pensando no fato de não sorrir durante o tempo em que trabalho. 
Isso não é bom.
O dia a dia na sala de aula é difícil para todos,
mas não é motivo para minha cara amarrada.
Será que uma máscara ajudaria?
Enfim...

______________________________________________________________
02/10/2011
Notícias de uma felicidade muito particular que precisa ser compartilhada: 

AOS QUE VIRÃO DEPOIS DE NÓS 
___________________________________________________________________________________________

Links da Guerrilha: